segunda-feira, 7 de dezembro de 2020

BEBIDA ALCOÓLICA NÃO É BRINCADEIRA!

O álcool é a droga mais pesada e perigosa que existe¹, dentre as lícitas e as ilícitas, e o grande problema na sociedade moderna é que a bebida alcoólica é vista tão somente como um “drinquizinho” social, festivo ou comemorativo.
O álcool é a única droga cujo consumo tem três fases, que são:
•A primeira fase é quando as pessoas ingerem uma dose de destilados (uísque, vodca, caipirinha, etc.), ou duas taças de vinho, ou dois copos de cerveja, ou duas “long necks”, que são as chamadas doses "ansiolíticas" ou de relaxamento, mas, grande parte delas não fica só nesta fase - que alguns chamam de dose “social”.
•Infelizmente, vão para a segunda fase, em que elas bebem mais e começam a perder o controle, ficam eufóricas e verborrágicas, falam alto, começam a ficar muito “dadas” com os outros, podem ficar hiperssexualizadas, bastante indiscretas e inconvenientes. Essas pessoas começam a perder totalmente o "filtro social". Nesse momento pensam: "Se está bom vai ficar muito melhor, vou beber mais".
•Assim, elas continuam a beber e caminham para a terceira fase. Nesta etapa, elas começam a chegar perto do coma alcoólico. É neste momento que o álcool mostra sua verdadeira face: um poderoso depressor do sistema nervoso central (SNC). É a hora que as pessoas começam a repetir coisas, ficam chatas, melodramáticas (contando suas mazelas) e podem chegar ao coma - aliás, o álcool é a única droga que leva ao estado de coma¹.
Outra característica do álcool é a tolerância - quanto mais a pessoa faz uso, maior a tolerância e quanto maior a tolerância, mais a pessoa busca aumentar a dose ingerida, o que leva o organismo a um ciclo contínuo e destruidor de uma dependência de difícil remissão.
A bebida alcoólica é uma droga pesadíssima que tem a capacidade de mudar radicalmente o comportamento dos indivíduos. Por exemplo: há pessoas que quando sóbrias são boas, corretas, cordatas, e, ao beber, se transformam completamente, apresentando comportamentos agressivos, lascivos, etc. Alguns se transformam em verdadeiros monstros. Outros perdem os sentidos, fazendo com que amigos e circunstantes tenham que ficar sempre atentos, cuidando para que não caiam e se machuquem. De qualquer forma, acabam sempre dando trabalho, causando transtornos e preocupações àqueles que os cercam.
Infelizmente, essa realidade não é levada ao grande público em nenhuma parte do mundo ocidental e cristão, onde o álcool é aceito sem muitas restrições. A mídia, através de comerciais e merchandising, coloca para o público, de forma indiscriminada, a bebida alcoólica sempre ligada a celebrações, festas, pessoas bonitas, saudáveis e de sucesso, e sempre, patrocinando esportes. Tudo uma terrível mentira e contrassenso! Por outro lado, no mundo islâmico e em alguns países orientais, a bebida alcoólica é proibida.
O alcoolismo é uma doença² que leva o paciente a muitas outras enfermidades que afetam o cérebro, o fígado, o pâncreas, os rins, os pulmões, o sistema cardiocirculatório, musculatura esquelética e lisa, sistema imunológico e transtornos mentais³ (depressão, ansiedade, pânico, TOC, etc.)
O álcool-dependente é um enfermo e como tal necessita de tratamento multidisciplinar -medicamentoso, psicológico, espiritual e, às vezes, até hospitalar.
Desta forma, acredito que as escolas sérias e responsáveis precisam abordar e conscientizar as crianças e os jovens sobre o efeito nocivo do álcool, visto que a ciência médico-psiquiátrica¹ tem demonstrado, em décadas de pesquisas, que o álcool é a pior droga existente para o organismo vivo.
Referências:
1. Harold Kaplan,Benjamin Saddock, Jack Grebb – COMPÊDIO DE PSIQUIATRIA – Ciências do Comportamento e Psiquiatria Clínica – 7ª edição – Artmed.
2. J.R. Albuquerque Fortes – Alcoolismo – Sarvier.
3. Paulo Dalgalarrondo - Psicopatologia e Semiologia dos Transtornos Mentais -2ª edição – Artmed.
4. Fernando Vieira Filho – Psicoterapeuta Clínico, palestrante e escritor.
Autor do livro CURE SUAS MÁGOAS E SEJA FELIZ! – 2ª Ed. - Barany Editora - 2012.
E coautor do livro DIETA DOS SÍMBOLOS – 6ª Ed. - Melhoramentos - 2004.
É autor dos E-Books: PSICOFÁRMACOS - Uso e aplicações de forma simples e eficaz. PSICOPATOLOGIA - Apresentada de forma simples e objetiva - Incluindo psicopatologias infantis. SISTEMA DE TERAPIA FLORAL do Doutor Edward Bach (Portuguese Edition) – Amazon – 2013. E-book.


 

domingo, 22 de março de 2020

FÉ: UM PODEROSO INSTRUMENTO TERAPÊUTICO



fé pode ser uma poderosa "ferramenta" terapêutica de grande importância para medicina. Independente de religião, a fé é uma competência que você pode aprimorar.
O escritor e psicoterapeuta Fernando Vieira Filho é entrevistado pela jornalista Adriana Afonso no MGTV 2ª Edição (TV Integração afiliada Rede Globo.

quinta-feira, 19 de março de 2020

CORONAVÍRUS: MEDO DE ADOECER | Entrevista



Nesta entrevista ao vivo com a jornalista Joyce Rodrigues, no INTEGRAÇÃO NOTÍCIA, na TV Integração (em Uberaba - MG), nós falamos sobre como lidar com o medo de adoecer, em tempos de coronavírus.
Confira as dicas!!! Em 16-03-2020
=======
Siga-me no INSTAGRAM: @elianabarbosacoach
============= CONVITE PARA MULHERES: PROJETO VOCÊ MELHOR EM 30 DIAS - Curso 100% online. Clique no link a seguir para informações e matrículas:
http://vocemelhorem30dias.com.br/pvn/ ==================

Para atendimentos, inclusive online, entre em contato (Eliana Barbosa): +55 (34) 99972-4053 (WhatsApp)

terça-feira, 28 de maio de 2019

ADOECER POR FALTA DE AMOR


Nos Estados Unidos descobriram surpreendentemente que o que as células cancerígenas mais têm medo é de "amor"! 
O estudo descobriu que muitas pessoas estão doentes por falta de "amor!" 
O Dr. David Hawkins é um médico muito conhecido nos Estados Unidos e já tratou muitos pacientes em todo o mundo. 
Dr. Hawkins disse: "Muitas pessoas ficam doentes porque não têm amor, só têm dor e frustração." 
Frequência vibracional é comumente conhecida como o campo magnético. 
David Hawkins descobriu que as pessoas que estão doentes geralmente têm pensamentos negativos, com frequência de vibração abaixo de 200. 
Com frequência de vibração acima de 200, as pessoas não ficam doentes. 
Quais são os pensamentos que têm frequências de vibração abaixo de 200? 
Nas pessoas que gostam de reclamar, culpar e ter ódio dos outros, a frequência é apenas cerca de trinta ou quarenta.
Quem constantemente acusa os outros, diminui uma grande quantidade de energia, de modo que a frequência de vibração fica abaixo de 200. Essas pessoas facilmente adquirem muitas doenças diferentes. 
O índice de vibração mais alto é 1000 e o índice mais baixo é 1. 
Ele disse que neste mundo, a maior frequência de vibração que ele viu foi de 700, cuja energia é particularmente suficiente e quando essas pessoas aparecem, podem afetar o campo magnético local. 
No Prêmio Nobel da Paz, Madre Teresa apareceu na premiação. 
Na época, toda a atmosfera foi muito boa, com alta frequência de vibração, de modo que a audiência sentiu a energia do campo magnético, que estava cheio de beleza e comoveu a todos. 
Quando uma pessoa de alta energia aparece, a sua energia faz com que o campo magnético de todas as coisas se torne belo e pacífico, mas quando uma pessoa tem um monte de pensamentos negativos, ela não somente fere a si mesmo, mas o campo magnético que a circunda se torna ruim. 
Dr. Hawkins disse que ele testou milhões de casos e pesquisou diferentes raças ao redor do mundo. A resposta é a mesma. Enquanto a frequência de vibração for inferior a 200, a pessoa está doente. Se for acima de 200, não terão doenças. Quais são os pensamentos acima de 200? Gostar de cuidar dos outros, compaixão, amor, boas ações, tolerância, etc. 
Estas são frequências de alta vibração, atingindo de 400 a 500. 
Em vez disso, sentimentos como ódio, raiva, culpa, ressentimento, ciúme, ser exigente com os outros, as coisas egoístas de pessoas que só consideram a si próprios, com pouca consideração pelos sentimentos dos outros, geram frequência de vibração baixa. 
Estas vibrações de baixa frequência levam ao câncer, causam doenças de coração e outras doenças. 
Ele nos disse que o pensamento tem uma grande influência na saúde das pessoas. 
O poder do amor. 
Depois que o violoncelista japonês Sean sofreu de câncer, ele tentou combater a doença, mas se sentiu cada vez pior. 
Ele ajustou sua mente e decidiu amar todas as células cancerosas de seu corpo. Ele considerou a intensa dor do câncer como um "serviço de despertar", com bênçãos e gratidão. Ele achou isso bom. 
Então ele decidiu amar toda a vida, incluindo todos, tudo. 
Depois de um tempo, todas as células cancerígenas desapareceram. 
Mais tarde, ele se tornou um conhecido terapeuta no Japão. 
Essa é a essência da vida - "amor". Este artigo é muito valioso. 
Muita paz e alegria a todos.

quinta-feira, 16 de agosto de 2018

DEPRESSÃO É CAPTADA NA RESSONÂNCIA


Os pacientes diagnosticados com depressão crônica mostraram uma contração definitiva do volume do

 hipocampo, de até 1,24% conforme estudo de ressonância magnética funcional.

Depressão não é frescura. Precisa ser levado a sério o tratamento e deve ser acompanhado por 

especialista. 

Valorize o seu cérebro! Cuide de sua saúde mental!